Despertar no meio da madrugada pode indicar que hormônio do estresse está alto

Home / Despertar no meio da madrugada pode indicar que hormônio do estresse está alto

Despertar no meio da madrugada pode indicar que hormônio do estresse está alto

 Acordar no meio da noite, interrompendo o sono mais profundo que acontece entre 3h e 4h da madrugada, pode significar que seu hormônio do estresse está alto. O estresse destrói células responsáveis pela aquisição e recuperação de memórias. Durante períodos prolongados de estresse, várias substâncias químicas são liberadas no organismo, como o hormônio cortisol, que age negativamente no hipocampo, estrutura do cérebro fundamental para os processos associados à memória e produtividade.

“Além de interromper o melhor dos sonhos, aumenta retenção de líquidos, glicemia, dentre outros maléficos. Se essa situação de estresse se prolongar muito, as glândulas que produzem o hormônio podem entrar em falência, causando um cansaço imenso e metabolismo lento”, explica a especialista Flávia Cyfer. A nutricionista funcional de lindas e famosas como a Fê Paes Leme, além de autora de diversos artigos, também publica receitas infalíveis de detox no seu perfil do Instagram, e presta consultoria a muitas revistas, jornais e programas de televisão.

Alimentação e suplementação específica podem resolver este problema. Mas também existem outras dicas que tendem a reduzir a produção de cortisol, principalmente, se adotadas perto da hora de dormir. Veja algumas delas:

Dicas para dormir melhor

Relaxe e respire
O sono é muito importante para a absorção de conteúdo, desenvolvimento da memória e do aprendizado. Ele só será satisfatório quando for relaxante, sem resquícios de preocupação. Baixe o ritmo quando estiver na hora de ir para cama. Deixe as preocupações de lado e tente respirar fundo. A atitude, além de reduzir a produção de cortisol, pode trazer benefícios imediatos na função imunológica e metabólica.

Claro e escuro
A luminosidade afeta diretamente o nosso relógio biológico. Hábitos como dormir com a televisão ligada, por exemplo, podem prejudicar a qualidade do descanso. Isso porque a produção de melatonina, um neuro-hormônio que tem como principal função regular o sono, acontece em maior escala no escuro.

Banana e ovo
Além de ser uma grande fonte de vitaminas como o complexo B, B6 e magnésio, a banana tem um papel importante na produção de serotonina, hormônio que vai lhe deixar relaxado. O ovo é rico em vitamina B12 e em colina, substância que está associada à melhora da depressão.

Semente de gergelim e aveia
Rico em vitamina B6, o gergelim é fundamental para conversão do triptofano em serotonina. Aveia também é rica em triptofano, que ajuda também a manter um sono contínuo.

Arroz integral e linhaça
O primeiro é fonte de carboidrato de boa qualidade, que também é importante para regulação de serotonina e melatonina. Uma dieta pobre em carboidrato pode prejudicar essa produção. Já a linhaça é cheia de ômega 3, que ajuda na regulação dos neurotransmissores. Ou seja, a linhaça melhora não só o sono, mas o humor, a ansiedade, a irritabilidade e a depressão, além de ser um poderoso anti-inflamatório.

Couve e maracujá
A verdura é essencial para ajudar no sono e no relaxamento muscular. Uma boa dica é fazer cubos de gelo de suco de couve concentrado. Como o maracujá tem efeito calmante e pode auxiliar no relaxamento antes de dormir, aposte na combinação do suco da fruta com as pedrinha de gelo verde!

 


Fonte: por Jaqueline Rodrigues - Vix

Leia mais sobre saúde em nosso Blog


ou

 

Conheça nossos serviços

 


 

Comentários

Copiar