Saúde Mental e Trabalho – 5 Habilidades para Melhorar o Ambiente de Trabalho

Home / Saúde Mental e Trabalho – 5 Habilidades para Melhorar o Ambiente de Trabalho

Saúde Mental e Trabalho – 5 Habilidades para Melhorar o Ambiente de Trabalho

Desde tempos remotos o trabalho ocupa um lugar central na vida dos indivíduos; é tão antigo quanto o ser humano. Ao longo da história, à medida que a sociedade foi evoluindo, o conceito de trabalho também passou por alterações, assim como o sentido que lhe é atribuído em cada cultura.

Na pré-história, a luta constante pela sobrevivência, determinava a necessidade de trabalhar. Mais tarde, com o advento da revolução industrial a noção de emprego tomou forma, e as pessoas passaram a vender sua força de trabalho pela remuneração.

A partir da geração Y (década de 90) se tem uma concepção voltada para a realização pessoal, qualidade de vida, ao passo que almeja reconhecimento pelo seu esforço; e ao ser reconhecido, passa adquirir um status melhor do que tinha antes.

De fato, além de inserir as pessoas no meio social, o trabalho desempenha um papel central na construção da subjetividade humana. Dessa forma podemos afirmar, que tem uma relação direta com as condições de saúde tanto física quanto mental.

No entanto, essa nova concepção de trabalho é atravessada pela cúpula estratégica das empresas, que no contexto atual, buscam retroceder as relações de trabalho por meio da precarização dos contratos, flexibilização de leis no qual permite a retirada de benefícios e direitos.

Os modelos de gestão da atualidade muitas vezes podem criar um ambiente de trabalho marcado por violência psicológica, gerando um desgaste mental dos trabalhadores e potencializando o adoecimento psíquico.

Para Dejours (2004), no momento em que o trabalho for visto como uma simples execução de tarefas, e a subjetividade for anulada, consequentemente a saúde mental do trabalhador estará abalada. Segundo o autor, mesmo levando os colaboradores ao sofrimento e ao adoecimento, o trabalho pode constituir-se em fonte de prazer e de desenvolvimento.

Mediante os fatores mencionados, como é possível equilibrar saúde mental e trabalho? Considerando que a maior parte do tempo as pessoas estão em seus ofícios, produzindo e atingindo metas, é necessário que este tempo seja bem aproveitado.

O primeiro passo é observar como anda sua relação com os colegas, superiores e clientes. Quais pontos em sua rotina precisam ser melhorados?

Confira abaixo 5 habilidades fundamentais que podem melhorar seu ambiente de trabalho:

 

  1. Autoconhecimento:

É fundamental para identificar suas limitações e habilidades, e assim extrair o melhor de seu potencial para atingir seus objetivos profissionais.

autoconhecimento - saúde mental e trabalho basiléia

 

  1. Assertividade na comunicação:

É a capacidade de se expressar de forma clara e objetiva sem ofender o próximo. Uma pessoa assertiva possui autoconfiança, demonstra respeito e segurança. Dessa forma, no mundo corporativo é uma característica essencial para manter relações interpessoais saudáveis, seja com superiores, clientes ou colegas.

assertividade - saúde mental e trabalho basiléia

 

  1. Resiliência

É a capacidade de o indivíduo lidar com problemas, adaptar-se a mudanças, superar obstáculos ou resistir à pressão de situações adversas. Desenvolver essa habilidade é fundamental para lidar com o ritmo dinâmico de uma empresa, que a todo o momento propõe novos desafios.

resiliência - saúde mental e trabalho basiléia

 

  1. Inteligência Emocional:

É um conceito muito utilizado na psicologia para descrever a capacidade de controlar impulsos, canalizar emoções para situações adequadas. Está ligada ao equilíbrio das emoções e sentimentos.

Provavelmente você já desse ter sentido aquela vontade de abrir o verbo e xingar alguém no trabalho (he he), mas com este controle você se dá conta que essa atitude pode colocar em risco sua carreira.

inteligência emocional - saúde mental e trabalho basiléia

 

  1. Empatia:

A capacidade de se colocar no lugar do outro, ajuda a compreender melhor o comportamento em determinadas circunstâncias e a forma como o outro toma as decisões. Saber ouvir e ter uma comunicação afetiva promove um ambiente de trabalho mais leve e com menos conflitos.

empatia - saúde mental e trabalho basiléia

 

As questões externas que permeiam as relações de trabalho (contexto político, modelos de gestão, dentre outros) são fatores que fogem ao nosso controle.

Ainda assim, fortalecendo seus recursos internos o indivíduo pode contornar essas adversidades e melhorar sua qualidade de vida e cuidar de saúde mental.

 


Por: Psicóloga Taisa Rachel Alves de Jesus - CRP 04/45.981

 

Referências:

Atenção ao sofrimento e ao adoecimento psíquico do trabalhador e da trabalhadora : cartilha para profissionais do Sistema Único de Saúde – SUS / org. Álvaro Roberto Crespo Merlo , Carla Garcia Bottega , Karine Vanessa Perez ; il. Augusto Franke Bier – Porto Alegre : Evangraf, 2014.

DEJOURS, Christophe & MOLINIER, Pascale. O trabalho como enigma. In: LANCMAN, Selma & SZNELWAR, Laerte (orgs.). Christophe Dejours: da psicopatologia à psicodinâmica do trabalho. Rio de Janeiro/Brasília, Fiocruz/Paralelo 15. 2004.

https://www.ime.usp.br – Emprego e trabalho

 


 

Saiba mais sobre como melhorar sua Saúde Mental

ou

Conheça outras Especialidades

 


 

 

Deixe uma resposta

Copiar
%d blogueiros gostam disto: