Sintomas Neuróticos de Ansiedade

Home / Sintomas Neuróticos de Ansiedade

Sintomas Neuróticos de Ansiedade


Os sintomas neuróticos de ansiedade incluem sintomas físicos e psíquicos.

Quando falamos em sintomas psíquicos, correspondem a formas de tensão, apreensão, medo e preocupação que acometem o indivíduo.

Desta forma, a pessoa com esse distúrbio se sente inquieta, com dificuldade de concentração, se irrita muito fácil, sente-se fadigado, mal humorado, como se estivesse prestes a enfrentar uma catástrofe.

Esse transtorno psicológico deixa a pessoa em estado de alerta o tempo todo, apresenta transtornos do sono, não consegue dormir, diz que as preocupações ficam “girando” o tempo todo em sua cabeça.

Estes sintomas podem evoluir para uma crise de angústia ou de pânico de curta duração ou de maior intensidade.

Como sintomas físicos aparecem vertigens, tonturas, náuseas, aperto (nó) na garganta, peso na cabeça, respiração ofegante, palpitações cardíacas, alterações de pressão, dispnéia, suor, tremores pelo corpo, expressão de terror no rosto, complicações gástricas, etc.

Os sintomas neuróticos de ansiedade geralmente se desenvolvem em pessoas portadoras de caráter ansioso, ou seja, pessoas que encaram a vida com apreensão, socialmente inseguras, pessimistas e negativistas.

Situações vivenciais, perdas significativas, problemas conjugais, crises financeiras e outros conflitos mais sérios, ou ainda, doenças físicas, podem precipitar nestas pessoas um quadro clínico de ansiedade, embora em alguns casos, os sintomas apareçam sem que nenhum fator significativo possa ser evidenciado.

A psicoterapia é um dos tratamentos indicados para a ansiedade e em casos mais graves é necessário remédios psiquiátricos. Técnicas de relaxamento e de respiração são estratégias úteis para auxilio e controle das crises de ansiedade.


Fonte: Biologia/ Ecologia


Comentários

Copiar