Saiba mais sobre Psicopedagogia e quando se deve procurar um Psicopedagogo

Home / Saiba mais sobre Psicopedagogia e quando se deve procurar um Psicopedagogo

Saiba mais sobre Psicopedagogia e quando se deve procurar um Psicopedagogo

  Psicopedagogia é a especialidade com caráter preventivo e terapêutico que investiga e compreende o processo de aprendizagem e a relação que o educando estabelece com a mesma, levando em consideração a interação dos aspectos biopsicossociais.

Quando Procurar um Psicopedagogo:

     O psicopedagogo deve ser consultado sempre que o indivíduo apresentar dificuldades de aprendizagem, seja na infância ou na vida adulta.

  • Repetência escolar;
  • Distúrbios de aprendizagem;
  • Dificuldade de atenção;
  • Problemas relacionados com a escola;
  • Fracasso escolar;
  • Quando há dificuldade de raciocínio lógico;
  • Quando há dificuldade de atenção e concentração.
  • Desmotivação e Quando há falta de interesse aparente.
  • Problemas relacionados com a leitura e escrita;
  • Dificuldade de aprendizagem em relação aos métodos pedagógicos;
  • Dificuldade de aprendizagem no relacionamento familiar.

O trabalho psicopedagógico visa também desencadear novas necessidades, de modo a provocar o desejo de aprender e não somente uma melhora no rendimento escolar.


Alguns sintomas para se ficar atento.

O ingresso na escola é um período muito importante, e nesse momento se faz necessário observar o comportamento, o dia a dia dessa criança, pois podem ser percebidos alguns sintomas que já começam a dar indícios de que algo não está bem. Alguns sintomas podem mostrar que a criança pequena necessita de ajuda, pois a mesma ainda não sabe expressar através de palavras os seus sentimentos.
A criança pode tornar-se ansiosa, não conseguir se socializar, não dormir direito, apresentar comportamentos agressivos, voltar a não ter o controle de seus esfíncteres durante o período noturno, chorar sem um motivo aparente, roer unhas, deixar de comer ou comem compulsivamente, queixar-se de cansaço e dores imaginárias, frustrar-se com facilidade e demonstrar-se insatisfeitas. 

Em alguns casos, a criança pode somatizar o problema.


No caso de crianças mais velhas, podem se tornar 
apáticas e perder o interesse pelo estudo, pois mesmo que se esforcem não conseguem acompanhar os colegas de sala no que se refere a aprendizagem. Nesse caso a auto estima fica comprometida, pois não conseguem se perceber como uma pessoa capaz, começam a aparecer comportamentos de insegurança e conduta de compensação (agressividade, rebeldia, descaso, entre outros).
Deve-se ficar atento caso algum desses sintomas seja notado, pois a identidade da criança está em formação.
Vale ressaltar ainda a importância de pais e professores ficarem atentos a seus filhos e alunos, seja em casa, na escola, com os amigos…, observando-os em seu comportamento, atitudes, dia a dia. Se algo estranho for observado, é importante procurar um Psicopedagogo, pois assim os distúrbios de aprendizagem podem ser afastados o quanto antes da vida dessas crianças.
Na fase adulta e na adolescência aparecem sintomas como: dificuldade de prestar atenção, dificuldade de concentração, dificuldade de memorizar o conteúdo (o conteúdo não “entra” na cabeça), falta de organização, desanimo, dificuldade em estudar para o vestibular, dúvidas vocacionais, etc…

Marque um horário para avaliação

ou

Conheça outras Especialidades

Deixe uma resposta

Copiar
%d blogueiros gostam disto: